Nesta quinta-feira (30), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) divulgou a sinopse do Censo de Educação Superior 2016, que traz importantes informações sobre o panorama atual do ensino superior brasileiro. A partir dele, a EducaInsights elaborou uma apresentação gratuita para que você possa compreender melhor quais foram as principais mudanças da área no último ano, bem como quais são as tendências para o futuro. A seguir, citaremos brevemente alguns pontos relevantes que estão contidos na nossa análise.

De acordo com o Ministro da Educação, José Mendonça Bezerra Filho, é impossível falar sobre a educação superior no Brasil sem mencionar a importância das instituições privadas. Em 2016, o sistema obteve quase 3 milhões de novos ingressantes, sendo que 18% deles estão distribuídos em instituições públicas e 82% nas particulares. O setor privado conta com mais de 6 milhões de matrículas, que representam aproximadamente 75% da totalidade de alunos em cursos de graduação do país - ou seja, a cada 4 estudantes de graduação, 3 deles frequentam uma instituição privada. No caso de São Paulo, por exemplo, a proporção chega a ser de 5 alunos na rede privada para cada aluno na rede pública. O fato inédito que o Censo 2016 traz em relação a esse ponto é o de que, pela primeira vez em 25 anos, as matrículas na rede pública cresceram (+1,9%) enquanto as da rede privada caíram (-0,3%).

Além disso, outra tendência analisada pela pesquisa está relacionada à distribuição das matrículas nas modalidades presencial e à distância. Em 2006, a modalidade à distância representava quase 4% das matrículas de graduação, entretanto, nos últimos 10 anos, ela vem aumentando a sua participação no ensino superior e já representa quase 19% da totalidade de alunos de graduação do país. Vale ressaltar que tal modalidade cresce muito mais na rede privada do que na pública. Na coletiva de imprensa para a divulgação da sinopse do Censo 2016, o Ministro da Educação afirmou que o EAD é uma realidade não só no Brasil, mas no mundo inteiro e que a sua tendência é de crescimento para os próximos anos.

O Censo 2016 traz diversas informações sobre o sistema de ensino superior brasileiro além das já citadas. Pensando em divulga-las de modo a facilitar o seu entendimento, disponibilizamos uma análise gratuita que pode ser acessada através do link.